segunda-feira, 1 de setembro de 2014

O bom filho a casa torna...Vasco está de "regresso" ao Pica!


Texto e foto: Abel Castro


Depois de não estar nos planos da Direcção nem da equipa técnica da A.C.D. Pica, liderada por Marcelo Fernandes, operou-se uma grande reviravolta.
Assim, o carismático jogador vimaranense Vasco, que defendeu as cores do Pica na última década, está de "regresso" à sua casa desportiva.
O jogador manifestou o interesse em continuar a jogar futebol, dado sentir-se ainda em excelentes condições físicas e anímicas para o fazer, mas só o Pica encaixava naquilo que Vasco preconizava. 
A partir de então partiu-se para um diálogo, que acabou por ser sadio, e as coisas ficaram resolvidas quando Vasco disse que gostaria de terminar a sua carreira de jogador de futebol na A.C.D. Pica.
Marcelo Fernandes dizia-nos no final do jogo de sábado com o Mondinense que o plantel estava fechado, a não ser que viesse alguém que marcasse a diferença.
Afinal quem chega é mesmo Vasco, que afinal de contas continua, e com ele vem muita experiência e também uma voz que o balneário sempre se habituou a ouvir e a respeitar. 

Treinos da Associação de Karaté de Fafe começaram hoje! Em Outubro já há Taça de Portugal FPKS !



Redacção

Os treinos da Associação de Karaté de Fafe começaram hoje com toda a energia e motivação. Existe uma época cheia de actividades para todos. A primeira é já em Outubro com a Taça de Portugal FPKS .
A AK Fafe conta com a presença de todos, diariamente das 19:45 às 21:00 horas na Escola, sita na Avenida da Granja, perto da estação de camionagem em Fafe. 
Oss

Quer criar o seu evento? Qual deles? Fácil... ContactWaves/Eventos à sua medida!


Contacte-nos

Rua Dr. José Summavielle Soares nº 69 | 4820-253 Fafe | Portugal
Tel: +351 253 597 572
Email: geral@contactwaves.pt




Actividades em Setembro na cidade de Fafe: Fotografria; Passeio da Memória; Dia Europeu sem carros; Ginástica; Caminhadas e Dia Mundial do Turismo


FAFE DIVULGA ACTIVIDADES EM SETEMBRO

Dia 03 – Exposição itinerante
“AVE FOTO 2014” (“PATRIMÓNIO EDIFICADO DO AVE”)

Redacção



Galeria Municipal de Fafe (Casa Municipal de Cultura). Até 03/10. Abertura, pelas 16h00.
Horário de visita: segunda-feira, das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 19h00; de terça-feira a quinta-feira, das 9h00 às 13h00 e das 14h00 às 17h30 e às sextas-feiras, das 9h00 às 13h00.
Promoção: Comunidade Intermunicipal do Ave/Município de Fafe
Dia 13 – Evento
FEIRA DAS COISAS
Arcada
Dia 21 – Evento
“PASSEIO DA MEMÓRIA 2014”
Para assinalar o Dia Mundial da Pessoa com Doença de Alzheimer
Caminhada de 6 Km pela Pista de Cicloturismo, com partida pelas 9h00 da manhã da Feira Velha (frente à Câmara Municipal) até ao Lar de Cepães e regresso
Donativo Mínimo de 2,00€ por participante. Inscrições em http://www.passeiodamemoria.org/.
Promoção: Gabinete de Alzheimer de Fafeem parceria com a Santa Casa da Misericórdia e o apoio do Município de Fafe.
Dias 21 e 22 – Evento
DIA EUROPEU SEM CARROS
Centro da cidade, ao longo do dia
Dias 22 a 26 – Evento
SEMANA SÉNIOR
Programa:
22 - Aula de Ginástica Sénior – 10h30 às 11h30 – Praça 25 de Abril
23 – Aula de Hidroginástica - 9h00 às 10h00 - Piscina Municipal
24 - Teatro – (peça a designar) - 14h30 – Teatro Cinema
25 – Ida ao Cinema - Exibição de filme - 14h30 – Sala Manoel de Oliveira
26 - Caminhada (Fafe/Cepães/Fafe) – a partir das 9h30
Dia 27 – Evento
DIA MUNDIAL DO TURISMO

Município de Fafe




Centro Budo de Fafe esteve em Múrcia, Espanha, através do Sensei Hélder Costa!



Redacção

O Centro Budo Fafe esteve representado no Gasshuku 2014 em Los Alcázares, Múrcia (Espanha) através do Sensei Hélder Costa. Este evento que já se realiza a vinte anos decorreu na semana do 18 ao 23 de Agosto no Centro de Alto Rendimiento “Infanta Cristina” e contou com a presença de mais de uma centena de pessoas de vários países da Europa.
O curso intensivo foi administrado pelo mestre japonês Osamu Aoki (7º dan), treinador nacional da Federação Espanhola de Karate e responsável pelo método específico de Aoki Bioenergia (método auto-regulação do corpo e da mente).
            Esses exercícios não são exclusivos dos karatecas e podem perfeitamente ser realizado por qualquer pessoa, fazendo com que esta melhora o funcionamento do seu metabolismo e a sua saúde. Através dos exercícios (YOUTAI, NYUSEI, YURUMI TAISOU, KOKYU HOO, DOOKI) eleva-se a sensibilidade do corpo interno para melhorar a fluidez da energia, a circulação do sangue, o sistema linfático, o equilíbrio hormonal. Com isto, consegue-se eliminar o cansaço acumulado, incrementar força imunológica dando vitalidade e animo à pessoa que o pratica, mas também tranquilidade e equilíbrio.
O treino de karate baseou-se essencialmente sobre as sensações internas do corpo fazendo o transfere dos exercícios bioenergéticos para um karate mais eficaz e saudável para os praticantes. Deste modo, trabalhou-se o pormenor de algumas técnicas básicas em determinadas situações, quer no KIHON (treino da técnica pura), quer na KATA (combate imaginária), quer ainda no KUMITE convencional (aplicação dois a dois).
Foi uma semana marcada pelo esforço na aprendizagem sob um calor intenso, mas pautada por excelentes momentos de confraternização e novas amizades.  

"Avion" volta a aterrar no Arco de Baúlhe...Celso afinal não fica em Silvares!


Texto: Abel Castro/Foto: RD


Celso, avançado possante, treinava desde o início da temporada com o plantel do G.D. Silvares, sob as ordens do treinador Philip Cunha "PH", que depositava nele grande confiança para a próxima época.
No entanto, Francisco Castro, o seu novo treinador, que bem o conhece, tratou e conseguiu que o mesmo rumasse ao ponto de partida, ou seja, ao clube onde alinhou na época passada, Desp. Arco de Baúlhe.
A operação não foi nada difícil, dado que o Silvares não paga ordenados e o Arco de Baúlhe acena sempre com umas notas.
Celso Campos fez contas à vida e regressou então ao clube de Basto, onde vai jogar na Divisão de Honra da A.F. Braga.
Com esta saída, é provável que se abra uma nova vaga no praticamente estruturado plantel do G.D. Silvares.

Fafe já cumpre o requisito, com 9 jogadores da cantera! Futebol: Fernando Gomes quer mais jogadores formados localmente no Campeonato Nacional Séniores!


Fonte: CNS


CN Seniores passará a ter mais jogadores formados localmente nos clubes

Fernando Gomes, presidente da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), anunciou esta semana que estão previstas algumas alterações regulamentares no Campeonato Nacional de Seniores, que passam, essencialmente, pelo aumento do número de atletas formados localmente nos clubes participantes.
“Decidiremos no próximo fórum de futebol e em articulação com o Sindicato de Jogadores e o seu presidente, propor um aumento do número de atletas formados localmente nos clubes participantes no Campeonato Nacional de Seniores em modelo e faseamento a discutir com todas as associações distritais e com a recolha dos seus contributos”, disse num conferência de imprensa em que fez o balanço negativo da participação da selecção portuguesa do mundial do Brasil, afirmando ainda que o próprio conceito de atleta ”formado localmente” será reavaliado.
Segundo disse, o objectivo passa pela protecção dos atletas nacionais “com arranque efectivo já na próxima época desportiva”.

“A Federação Portuguesa de Futebol conhece os limites da sua intervenção. Mas não deixamos de registar que o grupo de trabalho que o Governo formou em 2012, já produziu o seu relatório e existem propostas que merecem intervenção estatal e até de natureza comunitária. Por isso e em diálogo com as autoridades, nomeadamente o secretário de Estado do Desporto, manteremos uma linha de defesa da protecção de jovens atletas nacionais”, anunciou, garantindo que todas as mudanças visam melhorar o futebol nacional.
Refira-se que a A.D. Fafe já tem todos os requisitos pretendidos pelo presidente da F.P. Futebol, dado que ainda ontem, no jogo contra o Cerveira, alinharam na equipa principal sete jogadores da cantera fafense. Mas há mais!

domingo, 31 de agosto de 2014

ANDEBOL/TORNEIO CIDADE DE FAFE: Liberty ABC/UMINHO sagrou-se vencedor da 8.ª Edição

Texto: Abel Castro/Fotos: RD

Nesta última jornada do Torneio "Cidade de Fafe" o Aguas Santas Milaneza defrontou o AC Fafe e venceu tranquilamente por 22-32 (ao intervalo já vencia por 08-14).
O Andebol Clube de Fafe não venceu nenhum jogo, mas José António Silva, responsável técnico, não deve ter ficado de todo desagradado com a classificação final, afinal de contas, o que menos interessa nesta fase.
Importa é que foram três dias seguidos a jogar, perante adversários fortes, tendo a equipa ganho rodagem e competição, que é o essencial.
Os jogos disputaram-se nos dias 29, 30 e 31 de Agosto de 2014, no Pavilhão Municipal de Fafe.

 Calendário de jogos:

 Sexta-feira, dia 29 de Agosto:- Jogo 1 - 19:00 horas – ÁGUAS SANTAS, 34 -  XICO ANDEBOL, 27- Jogo 2 - 21:00 horas – A.C. FAFE, 26 - LIBERTY ABC/UMINHO, 34


 Sábado, dia 30 de Agosto:- Jogo 3 - 16:00 horas – LIBERTY ABC, 26 - UMINHO/ ÁGUAS SANTAS, 22- Jogo 4 - 18:00 horas – A.C. FAFE, 24 - XICO ANDEBOL, 28


 Domingo, dia 31 de Agosto:- Jogo 5 - 16.00 horas - XICO ANDEBOL, 24 -  LIBERTY ABC/UMINHO, 39- Jogo 6 - 18.00 horas – A.C. FAFE, 22 - ÁGUAS SANTAS, 32


Classificação Final:

 1º - Liberty ABC/UMINHO
 2º - Aguas Santas Milaneza
 3º - Xico Andebol
 4º - AC Fafe

Fafense Marta Noval é CAMPEÃ NACIONAL em K1 e VICE-CAMPEÃ NACIONAL em C1! Que mais nos vai oferecer esta GRANDE CAMPEÃ?


Texto: Abel Castro/Foto RD


Decorreu este fim-de-semana em Melgaço o Campeonato Nacional de Slalom, que contou com a presença de 7 clubes, representados por cerca de 60 atletas.
Marta Noval competiu em C1 e K1 (Canoa e Kayak) nos quais alcançou um 2.º e 1.º lugar respectivamente, que a elevam ao título de Campeã Nacional em K1 e Vice Campeã Nacional em C1, sénior feminino. De realçar que no 2.º lugar na final em C1, Marta Noval ficou a uns escassos 5 segundos do 1.º lugar!
E é desta forma, verdadeiramente brilhante, que esta nossa ilustre conterrânea nos surpreende, será que surpreende?... com títulos e medalhas sem fim. Este título de Campeã Nacional em K1 foi efectivamente uma excelente prenda de aniversário para a nossa Marta Noval, que fez recentemente 25 anos.
Agora imaginemos o que esta extraordinária atleta ainda tem pela frente para conquistar…
Um dia terá de haver espaço a um lugar muito especial e específico, para Marta Noval albergar tantos e significativos troféus já conquistados, e a conquistar por esta genuína CAMPEÃ!
"O desporto dá-nos motivação para tudo o resto" disse-nos Marta Noval


FafeDesportivo falou com a atleta fafense que, radiante, nos disse “O balanço deste Campeonato Nacional é muito positivo, dou sempre o melhor e olho sempre para o 1.º, mas nem sempre acredito que o consiga alcançar! E foi mesmo isso que aconteceu, fiz uma manga em K1 quase perfeita, fiquei muito satisfeita com a minha prestação e surpreendida com o resultado. Acreditava mais no 1.º lugar em C1 e estive perto, sei que era facilmente alcançável se a prova tivesse corrido bem. Enfim, foram cinco segundos! Mas cada prova é uma prova, o importante é darmos o melhor e aproveitar o que de melhor nos dá o desporto: motivação para tudo o resto!”.

Pró Nacional: Águias da Graça, 3 - Arões S.C., 3 : Expulsão de Agostinho condicionou. Arões vencia ao intervalo!


Texto: Rui Silva 

Altas temperaturas dentro e fora do rectângulo de jogo.

- Sofrer aos 10 minutos e ficar reduzido a 10 muito cedo…

A tarde de muito calor sentida em Padim da Graça, aliada a entrega dos atletas ao jogo, mais os 6 golos apontados, foram destaques nesta 2ª  jornada do pró-nacional.
No que ao jogo diz respeito, entrou bem melhor o Águias da Graça, atletas pressionantes e a entregarem-se de corpo e alma a cada lance. Levou a equipa de Braga ao golo aos 10 minutos por intermédio de Moreira que solto na zona de penalti, respondeu bem a um cruzamento da direita. 
Minutos 19, Agostinho derrubado na área, vê o 2º cartão amarelo, por suposta simulação, lance que deixou dúvidas, ficando o Arões reduzido a 10 elementos.
Boa resposta dos homens de Miguel Paredes que em 5 minutos e em inferioridade numérica efetuam a cambalhota no marcador. Primeiro Zézinho, numa tabela com Filipe aparece na área igualando a partida, decorria o minuto 30. André lançado por Marquinhos, faz o 2 a 1 para o Arões cinco minutos depois.
Antes do intervalo o Arões vê-lhe ser anulado um golo por pretenso fora de jogo.
O Arões teve um início de segunda parte difícil, pois em vantagem, mas em inferioridade numérica, viu o técnico Bé Palheiras lançar dois homens frescos (Belela e Tiago Alves), o que fez com o Águias da Graça tivesse muitos homens a aparecer na sua frente e a jogar no ataque.
À semelhança da reviravolta na primeira parte, os da casa deram a volta ao marcador também em apenas 5 minutos. Ao minuto 50, foi Pedro a igualar e aos 60 minutos seria Tiago Alves que havia entrado ao intervalo a colocar os Bracarenses na frente do marcador.
Miguel Paredes efetua dupla substituição logo após o golo, sai André e Gustinho, entram Rosita e Barbosa. A quebra na frescura física dos homens da casa era notória enquanto que os Aronenses reduzidos a dez denotavam boa condição física.
Mas foi ao minuto 80 que Garcia entrado minutos antes para o lugar de Filipe, repôs a igualdade, num belo livre direto. Justiça, não a moda de Fafe, premiando a postura dos homens de Miguel Paredes que nunca baixaram a cara à luta, mesmo num encontro jogado com muito calor.
Nota ainda para outro golo anulado aos Arões desta feita a Rosita, também por posição irregular, para o excesso de cartões mostrados na partida e para os 76 minutos em que o Arões foi valente, jogando com menos um elemento sobre um calor abrasador.
No próximo fim-de-semana, o Arões recebe o Joane, que após derrota na primeira jornada em S. Torcato pela margem mínima, empatou hoje em casa frente ao Porto de Ave 1-1.

#  ficha de jogo #

Jogo realizado no Campo Carlos Alberto Araújo . Padim da Graça . Braga

ÁGUIAS da GRAÇA
Malhão, Flávio (Tiago Alves, 45’), Afonso, António, Quinteiro .cap. (Hernani, 61’), Moreira, Rogério, Ângelo, Pedro, Tiririca e Tiago (Belela, 45’).
Treinador: Bé Palheiras.

ARÕES SC
João Sampaio, Marquinhos, Fernando Beijinhos (cap.), Nandinho, Zezinho, Néné, Gustinho (Barbosa, 61’), André Sampaio (Pedro Rosita, 61’), Agostinho, Filipe (Garcia, 70’) e Zezé.
Treinador: Miguel Paredes.

#Disciplina
.cartão amarelo:
Agostinho,12’; Ângelo, 19’; Agostinho, 19’; Nandinho, 44’; Gustinho, 47’; Pedro, 50’; Tiririca, 52’; Afonso, 55’; Moreira, 65’ e António, 75’.
.cartão vermelho:
Agostinho, 20’(2º amarelo).

#Marcador:
Moreira, 10’; Zézinho, 30’; André, 35’; Pedro, 50’; Tiago Alves, 60’; Garcia, 80’.


Associação Futsal de Fafe/ Sol Poente: Uma nova equipa criada para participar nos Campeonatos Seniores da A.F. Braga! Brilhante parceria!


 Redacção


É com enorme prazer e satisfação que anunciamos a criação de um novo projecto desportivo, fruto da união de esforços de duas associações que ao longo da última década têm contribuído activamente para o desenvolvimento do Futsal em Fafe.
Esta nova equipa, criada para competir nas provas federadas da Associação de Futebol de Braga, nomeadamente na primeira divisão distrital de futsal sénior masculino, surge de uma parceria entre a Associação Futsal de Fafe e a Associação Sócio-Cultural Sol Poente. Estas repartirão responsabilidade e esforços para poder proporcionar aos atletas que a representam todas as condições elementares para o sucesso desportivo bem como representar condignamente a cidade e todos aqueles que apoiam este projecto tais como Câmara Municipal de Fafe e restantes patrocinadores que tornam possível a dinamização deste projecto: TransNos, Paulo Car, Restaurante Fafense, DODSOLAS, Messias, COWE Store, Evolution Clínica Estética, entre outros que serão posteriormente e devidamente divulgados.
De salientar que esta nova equipa, apesar de representar em parte a Associação Futsal de Fafe em nada influenciará a dinamização e boa organização dos campeonatos de futsal em Fafe que tão . Referir ainda que a Associação Futsal de Fafe criou um departamento independente destinado para acompanhar a respetiva equipa, possuindo também um orçamento próprio o qual é financiado pelas entidades patrocinadoras acima referidas.

Brevemente surgirão mais novidades sobre plantel, equipa técnica e calendarização dos jogos.

A.D. Fafe, 4 - C.D. Cerveira, 0 : Vitória inteiramente justa que merecia mais golos!


Texto e fotos: Abel Castro


Jogo no Parque Municipal de Desportos, em Fafe

Árbitro: Carlos Dias (A.F. Porto)
Assistentes: Pedro Martins e Rui Eiras

A.D. Fafe: Marçal, Vasco Cruz, Xavi, Ricardo Fernandes, Herculano, André, Silvestre (Fred 69), João Nogueira, Ferrinho (Brochado 61), Nuninho (Vasco Costa 61) e Sócrates.
Treinador: Agostinho Bento

C. D. Cerveira: Nuno, Diogo Carvalho, Nibra, João Anhas (Hélder 22), Carlos Gonzalez, Óscar Sá, Marco (Postiga 63), Miguel Pereira, Rui Castro, Luís Goios (Rui Ribeiro 22) e João Neves.
Treinador: Francisco Tobias

Tarde de imenso calor no Parque Municipal de Desportos, para se jogar a partida correspondente à jornada dois do Campeonato Nacional Sénior.
O Fafe apresentou-se com um onze bastante mais ofensivo, com a subida no terreno de Ferrinho, com Herculano a estrear-se na sua posição, lateral esquerdo.

1' - Canto a favorecer o C.D. Cerveira, que entrou bem na partida.
2' - Jogada de Nuninho na esquerda, abriu no flanco oposto em João Nogueira, que disparou uma bomba para defesa apertada para canto de Nuno.
5' - Ferrinho cruzou atrasado na direita para Nuninho, com este a atirar de primeira, de pé esquerdo, ao lado da baliza.
8' - Nuninho efectuou um passe de "morte" para as costas da defesa, isolando Ferrinho, e este completamente sozinho com o guardião do Cerveira, permitiu a defesa deste. Grande perdida!
11' Goooolo! Silvestre rematou para defesa incompleta de Nuno, e Ferrinho, oportuno, redimiu-se do lance anterior e atirou para o fundo da baliza.
15' - Nuninho serviu Silvestre na área, com este a rematar contra o corpo do guarda-redes Nuno.
18´- Gooooolo! Nuninho surgiu isolado na esquerda, para depois, com toda a calma do mundo, atirar cruzado de pé esquerdo para o fundo da baliza.
20' Gooooolo! Com um Fafe endiabrado e com Nuninho a jogar de forma incrível, o Fafe marcou o terceiro golo.
Nuninho serviu de bandeja Vasco Cruz, que acompanhou a jogada atacante, para atirar para o 3-0.
A turma de Agostinho Bento dominava a seu bel prazer a partida. Vantagem confortável, exibição segura, sem tirar o pé do "acelerador".

34' - Canto favorável ao Fafe batido por João Nogueira, Xavi saltou mais alto que os centrais do Cerveira, mas a bola acabou nas mãos de Nuno.
37' - Nuninho teve uma boa iniciativa individual,  com um túnel a Óscar Sá, acabando depois de atirar de pé direito para as mãos de Nuno.
Só mesmo nos instantes finais da primeira metade, os homens do Alto Minho meteram umas bolas directas na área do Fafe, com Marçal, tranquilo, a por cobro às situações.
Grande primeira parte da equipa de Agostinho Bento, com três golos, e com um ou outro que ficaram por marcar.
Intervalo: 3-0
48' - Vasco Cruz subiu no seu flanco, direito, para efectuar um fortíssimo remate que saiu ligeiramente ao lado da baliza do Cerveira.
52' - Ferrinho avançou rápido pela esquerda, dando depois um toque a mais na bola, permitindo que o guardião visitante a segurasse.
54' - Livre para o Cerveira, com a bola a embater na barreira fafense.
56' - Numa bola dividida na área, Ferrinho foi mais forte no corpo a corpo que Óscar Sá, desviando depois de pé canhoto para a baliza, com a bola a embater, caprichosamente, no travessão da baliza.
59' - Goooolo! Herculano subiu na esquerda, após abertura de João Nogueira, cruzou para a área, a bola sobrou depois ao segundo poste onde estava bem posicionado Sócrates a empurrar para a baliza e a fazer o quarto golo.
66' - Vasco Costa cruzou de forma excelente na direita para a área, surgindo Brochado a cabecear para uma excelente defesa de Nuno para canto.
75' - Livre descaído para a esquerda favorável ao Cerveira. Bola metida na área e canto para os visitantes.
77' - Fred de forma valente ultrapassou três contrários na zona do meio campo, abriu na esquerda em Vasco Costa, este flectiu para o centro para um remate ao lado da baliza.
79' - Vasco Costa cruzou na direita para a frente da pequena área, vindo de trás João Nogueira a rematar enrolado, quando tinha tudo para fazer o quinto golo.
O jogo encaminhava-se para o final, com o Fafe sempre com o jogo controlado e em busca do quinto golo. O Cerveira, que curiosamente venceu na 1.ª jornada o Limianos por 3-2, era uma equipa completamente vulgarizada pela A.D. Fafe.
A vitória do Fafe não sofre a mínima contestação, apenas pecando por escassa.
A equipa embalou para uma agradável exibição, criou várias situações para a obtenção de uma goleada, marcou quatro golos e soma a sua primeira vitória neste Campeonato Nacional Sénior, após o empate inaugural em Bragança.
Realce ainda para a excelente exibição individual de Nuninho, que para além de ter marcado o seu golo, esteve muito activo enquanto jogou.

Sala de Imprensa:

Vasco Cruz:(Jogador da A.D. Fafe)

"Somos um bom grupo, que se apoia muito"
"Foi um jogo em que entramos muito bem, rápidos nas transições, e em face disto conseguimos ser mais fortes que o nosso adversário. Marcamos três golos nos primeiros 20 minutos, que nos deu outra tranquilidade para o resto de todo o jogo. Mesmo assim, procuramos sempre o quarto, o quinto ou o sexto golo, porque nunca baixamos o ritmo e tivemos sempre muita ambição e uma boa postura dentro do campo. Na segunda parte entramos com mais alguma contenção, mas sempre com o espírito de fazer as coisas bem e de forma rápida. Sim, estou a sentir-me bem nesta nova função que tenho na equipa, mesmo sabendo-se que a minha posição de sempre é no meio, mas estou a gostar e continuarei a trabalhar com muita determinação para ser escolha do mister, pois jogo onde ele me mandar, até na frente se for preciso. Não, não tenho qualquer receio da concorrência. É aliás saudável que isso exista numa equipa, mas nós no Fafe, mesmo aqueles que ficam de fora, apoiamo-nos e formamos um grupo verdadeiramente unido. O próximo jogo é mais um onde não esperamos facilidades, mas vamos procurar ganhar ao Pinhalnovense para seguirmos em frente na Taça".

Agostinho Bento (Treinador da A.D. Fafe)

"Não vamos embandeirar em arco"
"Eu sabia que o Cerveira tinha ganho ao Limianos 3-2, mas também tinha algum conhecimento desta equipa no ano passado, apesar de estar um bocado longe. Sabemos que é uma equipa formada por muitos jogadores do ano passado, com uma grande dinâmica de vitória, e  sabíamos que se não impuséssemos um ritmo forte no jogo, poderíamos ter dificuldades. Hoje tivemos a felicidade e a competência para, rapidamente, transformarmos um jogo difícil num jogo fácil. O calor, essencialmente na segunda parte, fez com que o jogo baixasse de intensidade. No cômputo geral eu não tenho dúvidas que obtivemos uma vitória justíssima, mas não vamos embandeirar em arco, porque não acredito que o Cerveira possa valer tão pouco como hoje, como não acredito que o Fafe vá ter estas facilidades ao longo do campeonato. O próximo jogo é um jogo de Taça, perante um adversário que compete na nossa divisão há anos, logo, perfeitamente habituados a este ritmo e a esta competição. Sei que têm muitos jogadores provenientes da formação do Vitória de Setúbal, onde se formam bons jogadores, mas sem querer falar em vingança pelo facto de nos terem ganho lá por 3-0 há uns anos, nós vamos querer vencer o jogo para passarmos à eliminatória seguinte".



















O mesmo árbitro do "célebre" Pedras Salgadas - Fafe: Carlos Dias (A.F. Porto) dirige o Fafe-Cerveira


Texto: Abel Castro/Foto: RD


Chama-se Carlos Dias, é árbitro de segunda categoria nacional, tem 34 anos e é natural de Lisboa.

Residente em Lousada, Carlos Dias já se encontrou na passada temporada com a AD Fafe.
Primeiro num Fafe, 2 - Valenciano, 1, numa partida em que exibiu seis cartões amarelos.
Depois foi o árbitro do "tal" jogo que se o Fafe tivesse vencido passaria à fase de subida, em Vila Pouca de Aguiar, contra o Pedras Salgadas. Nesta partida mostrou cinco amarelos.
Carlos Dias é muito exigente no aspecto disciplinar e mostra muitos cartões, das duas cores.
Esperamos que hoje, no jogo com o C.D. Cerveira o árbitro esteja, sinceramente, ao seu melhor nível.

Jogo- treino: G.D. Silvares, 1 – U.D. Lomba, 1 - Mike marcou um golão e enviou duas aos ferros!


Texto: Abel Castro/Foto: RD


O Grupo Desportivo de Silvares testou a sua “nova máquina” este sábado com a turma amarantina da União Desportiva da Lomba.
O empate a uma bola foi o resultado final, tendo os de Amarante sido os primeiros a marcar na primeira vez que foram à baliza do Silvares.
O técnico do Silvares, Ph, optou por colocar dois onzes diferentes, mas equilibrados, em cada uma das partes de 40 minutos que foram jogados.
Aos 15 minutos da segunda metade, Mike marcou de livre directo, sem quaisquer possibilidades de defesa para o keeper de Amarante.
Era uma fase em que o Silvares estava ainda mais forte, e antes do golo, Mike já tinha enviado duas bolas aos ferros da baliza.
Depois coube a Celso imitar o seu colega, ao atirar contra o travessão.

Equipa da 1.ª parte: Júlio, Gualter, Costa, Moura, Rafa, Landinho, Papoila, Cesar, Ratão, Celso e Carlos.

Equipa da 2.ª parte: Nuno Preto, Ferreira, Nuno, Castro, Flávio, Óscar, Freitas, Jorge, Ratão, Celso e Mike.

No final da partida o treinador fafense Philip Cunha “Ph” disse “Não é fácil por uma equipa onde quase todos os jogadores jogam juntos pela primeira vez. Mas a e exibição foi melhor que o resultado. Na primeira parte dominamos o jogo, e num dos três lances que foram à nossa baliza marcaram de canto por uma desatenção da nossa equipa. Adormeceram... Acho que o plantel ficou fechado. A não ser que apareça um jogador que faca a diferença” concluiu.

Plantel do Silvares 2014/2015

Guarda-redes: Júlio e Nuno Preto
Defesas: Ferreira, Nuno, Costa, Castro, Gualter, Flávio, Rafa e Marco Moura
Médios: Óscar, Papoila, Russo, César, Jorge, Landinho e Ferruge
Avançados: Celso, Mike, Teixeira, Stucka, Ratão e Carlos.
Treinador: Philip Cunha “Ph”
Treinador/Preparador Físico: Prof. Diogo Oliveira
Treinador de G. Redes: Nuno Gonçalves

Fisioterapeuta: José Sousa.

Tomané: Este menino está um SENHOR jogador. Mais um golo importante!

Fonte: VSC



Meninos de rua a orgulhar toda uma cidade!

É que ainda na primeira parte, Tomané, que já havia marcado ao Penafiel, voltou a facturar e colocou a sua equipa a vencer por duas bolas sem resposta!

sábado, 30 de agosto de 2014

Juniores/Camp. Nac. 2.ª Divisão: S.C. Vianense, 1 - A.D. Fafe, 1: Parece-nos que o empate foi melhor para o Vianense...

Texto e foto (arquivo): Abel Castro


A equipa de juniores da A.D. Fafe deslocou-se hoje a Viana do Castelo para aquele que foi o seu jogo de estreia no Campeonato Nacional da 2.ª Divisão.
O empate até dá a sensação de ser um bom resultado mas a equipa da ADF merecia algo mais.
Entrou bem no jogo a formação do Prof. Ivo Castro, que se adiantou no marcador aos oito minutos. Após uma boa insistência atacante junto da baliza de Viana do Castelo, a bola sobrou para Zé Miguel fazer o primeiro da partida.
Depois vieram algumas contrariedades que marcaram esta partida. Desde logo, João teve de abandonar o jogo perto dos 15 minutos, uma indisposição obrigou à sua saída, para a entrada em campo de Nuno Agostinho.
Na primeira meia hora o Fafe teve algumas oportunidades para dilatar a vantagem, mas na hora de finalizar as coisas não saiam como deviam.
Com o Fafe a vencer ao cabo dos primeiros 45 minutos, o técnico da casa operou de uma só vez três substituições!
Mas voltava a ser o Fafe a criar perigo e com apenas cinco minutos jogados na segunda metade Zé Miguel atirou forte à baliza, sem a devida direcção.
Quando tudo parecia estar de novo bem encaminhado para o Fafe, eis que uma grande penalidade desnecessária deu o golo do empate ao Vianense.
Depois, mais um revés para o Fafe, uma vez que ficou a jogar em inferioridade numérica por expulsão, vermelho directo, a Silva.
A equipa teve de juntar-se, unir-se, mas sem se remeter à sua zona defensiva, bem pelo contrário, Ricardo Lousada e Zé Miguel voltaram a ameaçar com bastante perigo a baliza do Vianense.
Até ao final ambas as equipas tentaram desfazer o nulo, mas foi o Fafe que acabou o jogo “em cima” do Vianense à procura do golo da vitória.
Quando em cima referimos que a equipa do Fafe merecia mais, queríamos referir-nos naturalmente à falta de serenidade dos jogadores no momento de atirar para a baliza. Se isso tivesse acontecido…

A.D. Fafe: Gonçalo, Edu, João (Nuno Agostinho), Xico, Silva, Ricardo, Flávio, Norberto (Carvalho), Ricardo Lousada, Zé Pedro e Zé Miguel (Scolari).
Treinador: Prof. Ivo Castro


AD Fafe Juvenis "A" 10 - GD Fareja 1...Com apenas uma semana não se pode pedir mais !


Por: Sérgio Edgar


Os juniores do GD Fareja não iniciaram da melhor forma a pré-temporada da presente época. Num primeiro jogo com um nível de dificuldade muito elevado dado que a equipa do Fafe é muito mais experiente e tem em certos termos melhor qualidade de formação e melhores atletas. O Fafe dominou por completo o jogo sempre com grandes jogadas muitas delas lateralizadas através dos interiores e dos extremos que chegavam à baliza do Fareja sem dificuldade finalizando depois de excelente forma.

O único golo do Fareja foi apontado através de um livre de João sem hipóteses para o guardião fafense.
O próximo do jogo dos juniores do Fareja é frente a formação dos juvenis do Arões SC.

O Fareja alinhou com: Sérgio, André Lopes, João Castro, João Pedro, Teixeira, Ricardo, Pedro Ribeiro, Caixotas, Paulinho, Rúben e Atsu.

Jogaram ainda : Pedro Fonseca, Alex, André Oliveira, Faria, Angelo Rafael, Tiago Ramos e Juliano Ribeiro.


Treinadores : Vasco Coelho e Vitor Alexandre "Fifi"

A.C.D. Pica, 2 - Mondinense F.C., 3 : Jogo de apresentação deixou boas indicações apesar da derrota!

Texto e fotos: Abel Castro


A Associação Cultural e Desportiva da Pica teve esta tarde o jogo de apresentação aos associados e à Comunicação Social.
Com 23 jogadores, 12 transitam da época passada e 11 são aquisições, a ACD Pica pretende a realização de um campeonato substancialmente superior ao da época passada e de acordo com os pergaminhos do clube.


Eis o plantel da ACD Pica: Marçal, David, Miguel, Tiago, Joel, Álvaro, Catita, Edu, Raul, Feirinha, Rafa, Brinca, Ricky, Rui Abreu, André, Rafa e Toninho, todos ex-Travassós, André Daniel ex-Campelos, Samuel ex-Armil Futsal, Petit ex-Emilianos, Pedro Mendes ex-Silvares, Laureano ex-Águias da Graça e Gusto ex-Amigos de Quinchães.

Presidente: Francisco Oliveira
Dep. Futebol: António Cunha
Treinador principal: Marcelo Fernandes. Adjuntos: Ismael Sousa e Carlos "Casagrande"
Massagista: Carlos Piairo
Técnicos de equipamentos: Cândido e Quim.
Para esta apresentação, onde faltaram ainda alguns jogadores por motivo de férias, a Direcção do Pica convidou a sua congénere de Mondim de Basto, o Mondinense F.C., que alinha na Divisão de Honra da A.F. Vila Real, para um jogo treino.
Antes disso, FafeDesportivo ouviu o técnico e presidente do Pica, respectivamente Marcelo Fernandes e Francisco Oliveira, que se revelaram optimistas quanto ao futuro.

Marcelo Fernandes (Treinador do Pica)

"Andar sempre nos lugares de cima da tabela"



"Na época passada cheguei ao Pica em Dezembro, ou seja, com a época em andamento, vindo substituir um colega no comando da equipa. Este ano, procuramos dar o nosso cunho pessoal na composição da equipa, contratando jogadores que possam satisfazer o modelo de jogo que queremos ver implantado no Pica, esperando naturalmente ter sucesso. Não, não somos candidatos a coisa nenhuma, mas garanto que vamos procurar andar nos lugares de cima da tabela classificativa. No futebol ninguém pode prometer resultados, porque o mesmo é fértil em surpresas, mas vamos tentar andar sempre pelos cinco, seis primeiros. O que prometo aos adeptos é muito empenho, muito trabalho e muita dedicação. Em princípio o plantel está fechado. Só se aparecer por aí algum jogador que seja na verdade uma grande mais valia para o grupo, nos fará pensar em contratar mais alguém".
Francisco Oliveira (Presidente do Pica)

"Esperamos ter um grupo forte"



"O Pica entra sempre nos campeonatos para andar nos lugares de cima. Esta época não vamos fugir à regra, que será fazer sempre bem e melhor. Se as coisas acontecerem será muito bom, se eventualmente não acontecer, será bom na mesma, porque nós sabemos qual o valor da nossa estrutura em termos orçamentais. O grupo foi formado por jogadores que militavam na Pró-Nacional, no sentido de nos serem dadas outras garantias que não foram dadas na época passada. Esperamos ter um grupo forte, que foi escolhido pela equipa técnica com o aval da Direcção. A continuidade desta equipa técnica é para lhe dar um grande voto de confiança, porque entrou no Pica a meio da época passada e o projecto não lhes pertenceu, mas sim a outra equipa técnica. Por isso penso que escolhemos bem, ao optar pela continuidade do Marcelo Fernandes, do Ismael Pires e do Carlos Casagrande".

Seguiu-se o jogo entre ACD Pica e Mondinense FC, que os visitantes venceram por 3-2.

Árbitro: Jorge Ferreira
Assistentes: Inácio Pereira e João Marques.

A.C.D. Pica: Marçal, Álvaro, David, Tiago, Joel, Raul, Catita, Petit, Samuel, Rafinha e André.
Jogaram ainda: Rui Abreu, Feirinha, Rafa, Edu, Brinca, Pedro Mendes e Augusto.
Treinador: Marcelo Fernandes

Mondinense F.C. : César, Kokas, Ricardo, Zé Pedro, Vila Chã, Zé Henrique, João Miguel, Diogo Bigodes, Henrique, Geninho e Miguel.
Jogaram ainda: Flávio, Felizardo, Dani, Piteco, Kica e Rika.
Treinador: Vítor Pereira.

Quanto ao jogo, o Mondinense marcou cedo, logo aos cinco minutos, num bom golo de Henrique.
Respondeo o Pica por Petit, com este a atirar a bola ao poste da baliza de César aos nove minutos.
E ficou-se por aqui o Pica na primeir metade, por o Mondinense foi sempre melhor equipa sobre o relvado.
Aos 15' Raul viu o árbitro Jorge Ferreira exibir-lhe a cartolina encarnada, ficando o Pica a jogar com 10 homens.
Á passagem da meia hora a equipa de Basto, com bastante mais posse de bola e domínio absoluto na partida, fez naturalmente o segundo golo por Geninho, que concluiu da melhor forma um pontapé de canto a seu favor.
Sempre por cima, a equipa de Vítor Pereira faria o terceiro golo muito próximo do intervalo, também na sequência de um canto bem emendado na área novamente por Geninho.
Para a segunda parte tudo se alterou.
Com as alterações o Pica foi literalmente superior e viria mesmo a chegar ao golo.
Aos 62' Pedro Mendes só com o guarda-redes atirou à figura, mas o mesmo jogador viria a estar em destaque quando aos 65 bateu um livre em jeito de canto mais curto, tenso para a área. Daí resultou um pontapé de canto cobrado pelo mesmo Pedro Mendes, surgindo Rafa sem oposição na área a cabecear para o fundo da baliza, com a bola a tocar ainda no poste esquerdo antes de entrar.
Aos 73' Brinca e Feirinha tiveram uma boa jogada de ataque, com o último a desviar a bola de César já na pequena área, tendo a mesma saído ao lado da baliza.
As posições invertiam-se e quem mandava na partida era o Pica, que melhorou muito com as alterações.~
Em mais um lance de bola parada o Pica reduziu para 2-3. Estavam decorridos 75 minutos, novo canto batido para a área, a bola sobrou ao segundo poste, onde estava Rui Abreu a emendar de pé esquerdo.
Aos 80' o Mondinense quase ampliou, mas a bola acabou por sair ao lado da sua baliza.
Respondeu ainda o central da casa, Tiago, quando aos 85', em novo canto, quase fez o golo do empate.
Resumidamente, ninguém gosta de perder jogos mas, este, por ser o primeiro jogo mais a sério do Pica, após uma fácil vitória por 6-0 ao Fareja, obriga-nos a rever esta equipa, que mostrou apenas bons argumentos na segunda metade.